O que encontrar do outro lado da esquina... uma luz, um amor, um sonho, um silêncio, um verbo ou uma conjunção que conecte dois mundos?



quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Simpatia é quase Amor

reflexos do carnaval de ilusões
desfile no asfalto quente
poças de miragens
mesclando fantasias da sociedade

os pés descalços
a pele se queima e descama
o ritmo de tambores e orquestra
vibra a fina linha que separa
o banquete da fome
a massa mascarada


sapatos lustrosos
pisam o cume da hierarquia
pobre poesia massacrada
de esquinas inebriadas
de álcool, amor e simpatia
cacos de felicidade que curam
a falta de tudo

confete serpentina cobrem
o lixo do luxo
máscara purpurina cobrem
os rostos e rastros da desigualdade
carnaval
requintada crueldade
bailam os corpos robustos raquíticos
no desfiladeiro
já é fevereiro

2 comentários:

Edmilson Naves disse...

...bela imagem de uma quarta-feira de cinzas, parabéns,

Silencio disse...

Obrigada Dimi ;)...acho que você deve conhecer esse bloco, nao é? É simplesmente o título. Beijinhos.